Home Espiritualidade Como orar a Deus pelos outros. Aprenda esse método simples.

Como orar a Deus pelos outros. Aprenda esse método simples.

5 min de leitura
0
0
Como orar a Deus pelos outros

Please enter banners and links.

É através da oração que conversamos com Deus e nos aproximamos dele.  Apesar de ser muito particular esse contato de fé, alguns métodos podem ajudar a potencializar o nosso tempo de oração. Veja como orar a Deus pedindo pelos outros com esse método simples ensinado pelo Papa Francisco.

Portanto, confessem os seus pecados uns aos outros e orem uns pelos outros para serem curados. A oração de um justo é poderosa e eficaz. (Tiago 5:16)

A oração dos cincos dedos

A oração dos cinco dedos orienta-nos a rezar pelos outros primeiro e só então pensar em nós.

Essa oração foi ensinada pelo então bispo de Buenos Aires, Jorge Mario Bergoglio, hoje o 266° Papa da Igreja Católica e atual Chefe de Estado da Cidade Estado do Vaticano.
Ela pode ser usada como uma  referência na hora de rezar. Olhando para a mão e seguindo as orientações propostas, fazemos uma prece mais completa e abrangente. A intenção é que, ao fim dessa pausa, estejamos mais tranquilos, confiantes e com fôlego renovado para enfrentar os desafios que surgirem.

1 O polegar é o que fica mais próximo de nós. Assim comece rezando pelas pessoas que ficam mais próximas. Elas são as mais fáceis de lembrarmos. Ore pelos seus entes queridos, os filhos, cônjuge, pais, irmãos, parentes e amigos.

2 O dedo seguinte é o indicador. Reze por aqueles que ensinam, instruem e curam. Isto inclui os professores, médicos e sacerdotes (pelo papa e pelos bispos). Eles necessitam de apoio e sabedoria para indicar a direção certa para os outros. Mantenha-os em suas orações.

3 O próximo dedo é o mais alto. Ele lembra nossos líderes. Reze pelo presidente, governador, prefeito e demais autoridades. Essa gente dirige a nação e precisa da direção de Deus. Lembre-se que feliz é a nação cujo Deus é o Senhor.

4 O quarto é o anelar. Para surpresa de muitos, este é o nosso dedo mais fraco, como pode atestar qualquer professor de piano. Ele deve nos lembrar de rezar pelos que são fracos, que estão em aflição ou dor. Essas pessoas precisam de nossa oração permanentemente.

5O quinto e último é o dedinho mínimo, o menor de todos. É dessa forma que devemos nos colocar diante de Deus. O mindinho deve nos lembrar de rezar por nós mesmos. Após ter rezado pelos outros quatro grupos, nossas próprias necessidades terão sido colocadas na perspectiva correta e seremos capazes de rezar por nós de forma mais eficaz.

Independente do método que você escolher usar, o importante mesmo é conversar com Deus. Ele quer ouvir o que está no seu coração.

Pratique a bondade, empatia. Ore pelo próximo e agradeça as bênçãos que tem alcançado na vida.

Gostou desse artigo? Comente, compartilhe com sua família e suas redes sociais.

  • pare de sabotar

    Pare de se sabotar! Assuma o controle de sua auto-imagem!

    Please enter banners and links. Nossos pensamentos podem ser nosso pior inimigo. Quando ti…
Carregar mais artigos relacionados
Carregar mais Espiritualidade

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *